Páginas

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

O poder da pera

Nome da fruta: Pera

Nome científico: Pyrus Communis

Família: Rosaceae

Categoria: Semiácida

Com mais de duas mil variedades (originária da região mediterrânea, principalmente da Grécia), apresenta 85% de água, 13% de hidratos de carbono (açúcares), e 0,5% de sais minerais (potássio, sódio, cálcio, fósforo, zinco, enxofre, magnésio, silício, ferro, cobre e níquel), além de fibras que estão impregnadas em sua maioria na casca. Possui as vitaminas B1, B2, B5 e C.

É o fruto que fornece maior quantidade de pectina, uma fibra solúvel que ajuda a fazer as digestões pesadas e atua como regulador da função intestinal (ideal para evitar obstipação). É muito importante na alimentação para diabéticos, pois possui um índice glicêmico baixo. Tem a capacidade de manter estáveis os níveis de colesterol, pois contém muitas fibras solúveis.

Trata-se então de uma fruta recomendada para nefríticos, diabéticos, convalescentes e hipertensos. É laxante e purificadora, e usada em enfermidades intestinais e nutricionais. Também estimula todas as funções cerebrais, acalma os nervos, contém grandes propriedades mucolíticas, ajuda a baixar o nível de ácido úrico. Muito benéfica contra a hipofunção da glândula tireoide pelo seu conteúdo em iodo.

Eficaz no combate à hipertensão arterial, deve-se ingerir diariamente de 3 a 5 unidades, ou um copo do seu suco 3 vezes durante o dia. Logo de manhã e em total jejum, ingerir uma pera ou suco e alimentar-se uma hora depois. As demais, ingeri-las uma hora antes das refeições ou duas horas após. Você que trabalha em escritório, que tem uma atividade mental muito intensa, não se esqueça de comer uma pera durante o dia. Ela é eficaz na reposição dessas energias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário